O que avaliar ao contratar um seguro de frota?

O que avaliar ao contratar um seguro de frota?
Post atualizado em

rastreamento com seguro

Faz parte da realidade de uma transportadora proteger seus ativos e resguardar suas propriedades e bens. Por esta razão, a contratação de uma corretora de seguros para os seus veículos é uma responsabilidade considerável.

O principal motivo para isso é que a frota não somente integra parte do patrimônio da empresa, mas, também, representa o instrumento de sua atividade-fim e possibilita a execução das tarefas de um negócio.

A firmação de um contrato de seguro de frota é um processo que deve ser conduzido de maneira cuidadosa. Isso inclui a análise de contratos em perspectiva, pesquisa de preços e a avaliação de condições para aderir às empresas que ofereçam serviços compatíveis às suas necessidades.

Para contribuir com a sua busca e lhe ajudar a escolher a seguradora para veículos mais adequada, listamos neste post uma série de dicas sobre o que você deve avaliar antes de fechar contrato. Continue a leitura e saiba mais.

Quais itens devem ser avaliados?

O contrato é um documento extenso e completo, pois reúne todas as obrigações e direitos de ambas as partes envolvidas. Sendo assim, é fundamental que esse registro seja lido com absoluta atenção. Entender todas as garantias descritas e conhecer o acordo a fundo poderá evitar problemas sérios e imprevistos futuros.

Alguns fatores — como os tipos de indenizações incluídas na cobertura — devem ser avaliados de maneira detalhada para evitar possíveis surpresas.

É preciso observar também a descrição da duração do contrato, o início da vigência da apólice e os preços e condições de pagamento acordados. Mesmo transportadoras de pequeno porte podem contratar um seguro de frota, afinal, a partir de dois veículos já é possível se tornar elegível para essa modalidade. A quantidade de veículos cobertos pelo contrato ajuda a tornar o valor da apólice mais baixo. Isso quer dizer que é mais vantajoso para o gestor que o cadastro envolva todos os veículos da companhia, o que resulta em parcelas menores.

Enquanto a transportadora interessada realiza a sua análise, a seguradora, em contrapartida, tem a prerrogativa de estimar o potencial do segurado antes da aceitação do contrato e oferecer uma proposta. Tal estudo técnico mensura qual o preço adequado com base no risco que a empresa está sujeita.

Outras questões que devem ser avaliadas com atenção são: tipo de cobertura (terceiros, roubo etc), abrangência e, principalmente, as exceções aplicáveis no contrato para obter os serviços mais completos possíveis.

Confira adiante mais informações sobre o que você precisa avaliar antes de contratar um seguro de frota.

Sinistro

As seguradoras conceituam o termo sinistro como um acontecimento involuntário e acidental previsto no contrato de prestação de serviço e que motiva o acionamento da cobertura.

Em caso de ocorrência de sinistro, a seguradora deverá ser comunicada imediatamente para dar início ao procedimento. Esse processo poderá incluir vistorias realizadas pela segurada — por meio de peritos especializados — para apurar os danos sofridos.

O ressarcimento ao segurado poderá assumir diversas formas, tais como:

  • ressarcimento em dinheiro;
  • reposição do bem;
  • reparo de veículo;
  • ou reembolso dos valores pagos pelo segurado à oficina mecânica que realizou os reparos.

Todas essas opções deverão ser descritas no acordo assinado, sendo papel do segurado escolher a mais conveniente.

Franquia

A franquia representa uma coparticipação cujos valores são previstos no acordo.

Isso significa que, assim que ocorrer um sinistro e a seguradora for acionada para realizar o ressarcimento ou cobrir os custos do reparo, o segurado também assumirá uma parte desse valor. Contudo, a quantia que cabe a empresa que contratou o seguro não deve ultrapassar o montante estipulado. As seguradoras estipulam essa norma para incentivar o motorista a zelar pelo seu veículo, evitando assim, o acionamento do seguro por razões menores.

Assim, antes da adesão ao contrato, é necessário avaliar o percentual referente à franquia e se a empresa seguradora oferece opções de ressarcimento dessa tarifa em situações específicas.

Período de carência

Fica estipulado em contrato o período no qual a seguradora estará isenta de pagamento dos riscos cobertos pela apólice.

Contudo, é prática comum que a empresa ofereça seguros sem a incidência do prazo de carência, tornando o contrato integralmente efetivo a partir da data de sua assinatura.

Tipos de coberturas

Os tipos mais comuns de cobertura incluem danos, roubo ou furto de caminhões e de equipamentos de som e imagem — desde que estes sejam configurados como itens de fábrica.

Também é comum a cobertura de colisão ou acidentes envolvendo incêndios. É possível que a corretora disponibilize proteção contra avarias causadas por incidentes naturais, como chuvas fortes, inundações, raios e vendavais.

Garantias complementares oferecem outras opções que podem ser incluídas em um pacote de seguro. Para isso, o empresário precisará optar por acrescentar coberturas referentes a acessórios, carrocerias e equipamentos. Itens como os vidros, faróis e retrovisores são partes integrantes do veículo e podem ser incluídos na apólice.

Cláusulas especiais devem ser incluídas para proteger acessórios que não são de fábrica — desde que listados na nota fiscal —, como é o caso do aparelho de ar-condicionado, air-bag e faróis de neblina.

A indenização também pode incluir uma taxa referente ao pagamento de despesas extras decorrentes da indisponibilidade do veículo. Essa garantia é uma compensação pela perda de receitas sofrida pela empresa segurada. Os valores referentes às diárias praticadas no mercado podem variar entre R$ 100,00 e R$ 200,00, por um prazo de até 15 dias.

Durante o período em que o veículo passa por reparos (ou vistorias para determinar o valor da  indenização), é possível que a seguradora disponibilize um carro reserva para que os processos de entregas não sejam interrompidos.

Em casos específicos, é possível também incluir o ressarcimento de danos causados pelo veículo a terceiros e indenização para os passageiros do veículo na mesma apólice, garantindo assim, ampla proteção ao motorista.

Modalidades de indenização

O tipo de dano sofrido pelo veículo é um fator determinante para estabelecer se a indenização será paga de maneira integral ou parcial.

Para os casos de indenização parcial, deverá ser fornecida uma lista de eventualidades previstas e as respectivas porcentagens precisam ser listadas de maneira completa. Geralmente, avarias cujos reparos custam um valor inferior a 75% da avaliação do veículo justificam indenização parcial.

Já a indenização integral é devida quando a dimensão dos danos torna o processo de reparo inviável.

Em casos de roubos ou furtos, a indenização é paga somente na condição de que o veículo não seja recuperado até a ocasião do pagamento do ressarcimento.

Serviços adicionais

Com o grande número de empresas em atuação no mercado, muitas seguradoras optam por oferecer serviços adicionais cada vez mais completos para conquistar os clientes.

Essa prática traz muitas vantagens para o segurado, que obtêm garantias complementares sem custos extras ou com tarifas muito baixas em seu seguro de frota.

Esse tipo de serviço inclui assistência 24 horas para o caso de sinistro, socorro mecânico, reboque e eletricista em caso de acidentes que danifiquem o veículo.

Além desses, outros serviços podem ser ofertados, tais como:

  • atendimento de chaveiro;
  • pintura e reparos na lataria;
  • compra de peças para reposição;
  • troca de pneu;
  • motorista substituto caso o condutor não possa concluir a viagem.

Outra medida que é adotada é a inclusão de serviços de remoção médica em caso de ocorrências que precisem da hospitalização dos ocupantes do veículo.

A contratação de um seguro de frota é mais do que uma proteção para o beneficiário. Ela também constitui uma importante estratégia para a redução de custos nas operações logísticas.

O cotidiano de empresas transportadoras é repleto de riscos que podem onerar o preço de frete praticado. Por essa razão, contar com uma seguradora que cuidará dos reparos dos veículos quando necessário é, sem dúvida, uma grande vantagem para o gestor.

Acesse nosso site, descubra nossas soluções personalizadas e como a gente pode te ajudar!

Monitoramento de Frota

 

logo cobli icone 20 - O que avaliar ao contratar um seguro de frota?

Existimos para libertar a logística através da tecnologia, resolvendo questões reais e humanas. Somos uma startup que através de IoT conecta veículos à internet, combinando excelência em engenharia e ciência de dados.

Cobli

euquero@cobli.co || (11) 4810-2200

Este conteúdo foi útil?
Conte para nós se o conteúdo foi útil. Assim, podemos torná-lo cada vez melhor para você!
Sim0
Não0
Compartilhe esse conteúdo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *