Monitoramento de veículos leves e pesados: qual a sua importância

monitoramento-de-veiculos-leves-e-pesados-qual-a-sua-importancia
Compartilhe esse conteúdo:

Nos dias atuais, o monitoramento de veículos leves e pesados não é uma ferramenta exclusiva do mundo empresarial, pessoas físicas também podem utilizar esse recurso. Isso é possível devido à democratização do acesso a sistemas de informação, a redução dos preços para torná-los mais acessíveis e o número de empresas desenvolvedoras no mercado.

Isso só reforça a ideia de que a proteção adicional provida por esse tipo de serviço é importante para proteger o seu patrimônio. Seja ele um veículo pessoal ou um carro de uma frota.

A partir disso, continue com a leitura deste artigo para conhecer a importância de realizar esse tipo de investimento em segurança, monitoramento e controle.

As diferenças entre monitoramento de veículos leves e pesados

O tipo de veículo que é selecionado para entregas é um aspecto importante ao considerar o investimento em sistemas de monitoramento. A primeira diferença é a forma como os dispositivos são instalados e a sua interação com os demais sistemas do próprio veículo.

A principal característica da frota leve é a limitação de peso que deve ser inferior ou igual a 3.500kg. São exemplos dessa categoria:

  • moto;
  • automóvel;
  • utilitário;
  • caminhonete e camioneta.

Por outro lado, a frota pesada é composta por:

  • ônibus e micro-ônibus;
  • caminhão;
  • caminhão do tipo trator;
  • trator de rodas e trator misto;
  • motor-casa;
  • reboque.

Com isso, é possível perceber que a distinção também é feita considerando a capacidade de transporte de cada modelo. Essa é uma decisão estratégica que deve levar em conta o melhor tipo de veículo para realizar a locomoção da carga.

Quais são os aspectos mais importantes do monitoramento de frotas?

Existem diversos aspectos importantes ao realizar o monitoramento de frotas. Veja a seguir quais são os principais.

Gerenciamento completo da frota

Medidas preventivas são uma das formas de lidar com a crescente violência nas estradas do país. O roubo de cargas é um dos maiores riscos para empresas que atuam com o transporte de cargas. Por essa razão, é preciso implantar sistemas e dispositivos que ajudam a proteger o patrimônio.

Essa proteção adicional é vantajosa para motos, carros, caminhões e, até mesmo, para o maquinário agrícola. Mesmo que o valor desses bens seja consideravelmente diferente, o investimento oferece grande retorno.

Com o acesso remoto a partir de computadores e dispositivos móveis, o veículo pode ser bloqueado caso uma situação de perigo seja detectada. Como resultado, o gestor controla a entrada e saída de veículos, registrando a sua carga e o motorista designado para essas entregas. Com a definição da rota é possível otimizar as entregas e direcionar os motoristas mais próximos para realizar coletas nos clientes.

Composição da frota para cada necessidade

Não há empecilhos, por exemplo, para que uma empresa de entregas de encomendas feitas pela internet utilize motos e veículos utilitários na sua operação logística. Pelo contrário, isso pode representar uma vantagem ao extrair o melhor de cada alternativa.

Enquanto as motos são ideais para transportes mais ágeis e a curtas distâncias, veículos de menor porte podem ser utilizados em entregas em localidades distantes. Como não possuem restrições de tráfego ou locais de estacionamento limitados é possível amplias a janela de entrega.

Já os caminhões são ideais para o transporte de grandes quantidades de carga fracionada ou produtos de grandes dimensões. Além de conhecer as particularidades de cada tipo, é preciso compreender que o investimento em ferramentas de monitoramento é essencial.

Apoio ao setor de agronegócio

Um dos aspectos que não é mencionado com frequência ao abordar o tema do monitoramento veicular é a sua importância para o agronegócio. Para uma transportadora, os seus carros, caminhões ou motos são os meios pelos quais são prestados os serviços. Ou seja, são a base dos negócios.

Da mesma forma, os tratores, plantadeiras, colheitadeiras e o maquinário usado nas atividades do campo são fundamentais para o produtor. Por essa razão, os sistemas de monitoramento são importantes para manter esses bens seguros.

Com isso, é possível obter informações durante o descolamento até a plantação e as manobras realizadas no cultivo.

Acompanhamento da jornada de trabalho

Um dos grandes desafios da gestão de frotas é realizar o controle preciso da jornada de trabalho dos motoristas e prevenir os períodos de ociosidade prolongada. Seja nas estradas ou no campo, os dispositivos de rastreamento são capazes de determinar a localização do carro com exatidão.

Os recursos mais modernos podem ser parametrizados para o cadastro dos motoristas e dos respectivos veículos. Com isso, é possível acompanhar não só a velocidade mantida, mas as paradas para entrega, as pausas para descanso e tempo de deslocamento até o armazém.

Considerando o tempo que o veículo fica parado e em atividade é possível calcular a jornada e reduzir a incidência de horas-extras e diárias desnecessárias.

Avaliação do desempenho e a produtividade da frota

Uma das funcionalidades disponíveis é a criação de relatórios gerenciais que descrevem o volume de entregas e identificam os que foram distribuídos e a economia de recursos. Com isso, o gestor pode avaliar a performance da operação logística como um todo e identificar oportunidades de melhoria.

O mesmo se aplica a empresas que se dedicam ao agronegócio. É possível determinar os níveis da produção, por meio do controle do terreno coberto pelas plantadeiras e colheitadeiras.

Tais informações também ajudam a prolongar a vida útil com a programação de manutenções periódicas para evitar o desgaste excessivo das peças e evitar danos.

Garantia de uma direção mais segura

O perfil do motorista também pode ser traçado com base na análise do seu modo de condução. Com isso, é estabelecido um ranking que avalia os critérios de:

  • excesso de velocidade;
  • cumprimento da legislação de trânsito;
  • acelerações e frenagens bruscas;
  • curvas acentuadas.

O comportamento imprudente na direção é inaceitável, pois aumenta as chances de acidentes e pode provocar danos ao condutor, ao veículo e à carga.

Com essas informações, o gestor é capaz de criar treinamentos e campanhas de conscientização para reforçar a cultura que a empresa deseja que seja praticada. Complementarmente, podem ser instituídas premiações para os motoristas que se destacam positivamente e penalizações podem ser aplicadas para quem não exibe a conduta adequada.

A função do monitoramento de veículos leves e pesados tem profunda relação com o controle. Assim, independente do porte da sua empresa, é fundamental possuir informações completas sobre o andamento de seu processo e os resultados obtidos. Somente assim será possível aproveitar as oportunidades de crescimento, melhorar o desempenho financeiro e conquistar novos clientes.

A Cobli quer conhecer a sua empresa e oferecer soluções para melhorar a sua operação. Acesse o nosso site, entre em contato conosco e conheça os nossos sistemas.


 

Existimos para libertar a logística através da tecnologia, resolvendo questões reais e humanas. Somos uma startup que através de IoT conecta carros à internet, combinando excelência em engenharia e ciência de dados.

www.cobli.co

euquero@cobli.co || (11) 4810-2200

Este conteúdo foi útil?
Conte para nós se o conteúdo foi útil. Assim, podemos torná-lo cada vez melhor para você!
Sim0
Não0

Leia também:


Compartilhe esse conteúdo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *