Como criar e implementar uma política de gestão de frotas?

Como criar e implementar uma política de gestão de frotas?
Compartilhe esse conteúdo:

Algumas das coisas que mais dificultam o trabalho de todo bom gestor de frotas são os “desvios” de comportamento do seu time nas ruas. Casos em que motoristas usam o carro da empresa para motivos pessoais, acelerações e frenagens bruscas, curvas muito rápidas e andar acima do limite de velocidade são apenas algumas das atitudes que, como todos sabemos, podem gerar diversos problemas, como por exemplo:

  • Desperdício de combustível
  • Maior gasto com manutenção
  • Mais acidentes
  • Mais tempo com o carro na oficina
  • Baixa produtividade
  • Imagem ruim para a marca nas ruas

Para evitar esses prejuízos, muitas empresas nos procuram pedindo ajuda para criar uma política de gestão de frotas. Com essa proximidade, pude perceber que um dos principais problemas que os gestores enfrentam é o fato de saberem que os motoristas têm esses “desvios” de comportamento ao volante, mas não conseguirem “provar”, e portanto não conseguirem discutir estes pontos com os motoristas.

Pensando nisso, separei aqui algumas algumas métricas gerais, que podem ajudar os gestores a medir o desempenho do time e começar essa política de gestão de frotas:

Direção Defensiva

Combustível: Para carros como Clio e Gol, melhores veículos 1.0 para frotas, o consumo de combustível deve permanecer acima de 12km/l, enquanto para VUCs esse valor deve ser superior a 6km/l;
Velocidade: São tolerados no máximo 5 excessos de velocidade por mês (pode ser medido por meio de um sistema de telemetria e rastreamento);
Acidentes: Limite de um acidente por culpa do condutor, por ano;
Reclamações: Limite de uma reclamação no 0800 da companhia por condutor, por ano;
Multas: Nenhum motorista pode apresentar mais de 15 pontos na carteira. A carteira deve ser levada ao escritório todo trimestre;
Carteira de motorista: Carteira de motorista sempre em dia;
Modo de condução: O motorista deve manter uma nota de condução acima de 75% em todos os meses (de acordo com o sistema de telemetria e rastreamento).

Gerais da frota

Turno: Todos os carros devem sair antes das 8h30 e voltar antes das 16h30;
Almoço: O almoço deve durar entre 45 minutos e uma hora e quinze e ocorrer entre as 11h e 13h (cada frota precisa definir seus horários baseado no funcionamento de seus clientes);
Tempo ocioso do motor: O tempo ocioso do motor deve permanecer abaixo de 10 minutos por dia;
Reembolso de combustível: Todas as notas de combustível devem ser apresentadas até o dia 05 do mês seguinte para pagamento correto do reembolso;
Trajetos: São tolerados no máximo 5% dos quilômetros dirigidos fora da roteirização do sistema;
Paradas: Todas as paradas, que não o almoço, com duração superior a 40 minutos precisam ser justificadas.

Obs.: Os números em negrito são apenas um exemplo e podem mudar de empresa para empresa. Mas, manter uma lógica simples e clara para cada motorista ajuda muito a implementação da política de gestão de frotas.

Deixe claro as suas responsabilidades

O gestor precisa mostrar que também está trabalhando para ajudar a melhorar a operação e não simplesmente exigindo dos condutores. Veja alguns pontos que podem constar nesta política de gestão de frotas, como responsabilidades do gestor:

1. Manutenção preventiva:

  • 100% dos carros farão a manutenção preventiva dentro do limite de no máximo mil km acima do previsto;
  • Todas as manutenções necessárias serão avisadas com, no mínimo, uma semana de antecedência;
  • Um carro reserva será providenciado durante o período de manutenção.

2. Reembolso de combustível:

  • O reembolso do combustível será pago junto do salário para todas as notas entregues na data.

3. Relatórios de performance:

  • Os relatórios de modo de condução serão apresentados mensalmente até o dia 10;
  • Os benefícios aos melhores motoristas entrarão em vigor no mês seguinte ao final do planejamento previsto na política de gestão de frotas.

4. Melhoria dos motoristas:

  • Garantir que 95% dos motoristas consigam cumprir suas metas todos os meses.

Há diversos outros exemplos de boas práticas para o gestor de frota. Mas, o importante aqui é mostrar aos motoristas que você está os ajudando a conseguir resultados melhores e que eles sempre podem contar com a sua ajuda. É um esforço conjunto e cumprir os objetivos ajuda a mostrar para a empresa como a frota está melhorando.

Mostre benefícios aos motoristas

É muito mais fácil implementar uma política de gestão de frotas quando os incentivos são claros para todos envolvidos. Alguns bons exemplos de bonificações:

  • Prioridade para receber carros novos;
  • Prioridade para seleção de férias;
  • Prioridade para seleção de turnos;
  • Prioridade para seleção de rotas;
  • Acessórios para o carro – Ajude a aumentar a vontade de cuidar bem do carro;
  • Prêmio anual para o melhor motorista.

É importante que os benefícios sejam mensais, para que os motoristas consigam perceber rapidamente os resultados de seu esforço. Em geral, os resultados são melhores para bonificações não financeiras, isso ocorre porque é mais fácil dar incentivos para um número maior de motoristas e assim eles se sentem recompensados por um trabalho bem feito.

Acompanhe os resultados e discuta em detalhes

Para aumentar a transparência e importância da política da política de gestão de frotas, além de tornar sua implantação mais rápida, é importante que todos do time saibam como está o desempenho de cada um. Fazer uma reunião mensal com todos os condutores juntos e depois outra com cada um dos motoristas é uma ótima maneira de deixá-los “por dentro” das operações.

Nessa reunião, deve-se tratar dos indicadores da sua política de frotas e traçar planos de melhoria para quem está tendo alguma dificuldade. É importante que o gestor vá para essa reunião já com sugestões de melhoria, mostrando que estão do mesmo lado e fazendo o melhor para ajudar a trazer ganhos à todos.

Métricas confiáveis e de fácil aquisição

Como em todas as métricas, é importante que todos tenham plena confiança no que está acontecendo e consigam focar nos resultados. A aquisição dos dados precisa ser simples e rápida, para que essa não seja mais uma burocracia na operação, mas sim um conjunto de dados que ajude no dia a dia.

Como todos nós sabemos, o melhor sistema para auxiliar na política de gestão de frotas é o da Cobli, não é mesmo? (rs)

Agora, há duas opções: Você pode entrar em contato para conversarmos sobre o melhor modelo de política de gestão de frotas para a sua operação mandando um email para rodrigo@cobli.co , ou, você pode optar por começar agora, gratuitamente, a implementar as melhorias em: euquero@cobli.co

Obs: Em geral, os resultados começam a aparecer depois de 2 meses da implementação do novo modelo de gestão de frotas, e a frota alcança melhorias expressivas após 6 meses.

_______________________________________________

A Cobli é uma empresa especializada em melhorar a gestão de frotas e oferece um sistema capaz de captar, em tempo real, dados dos veículos e transformá-los em relatórios úteis, detalhados e práticos que avaliam a logística. Por meio de inteligência artificial, e empresa consegue rastrear os veículos, planejar rotas otimizadas, acompanhar o modo de condução dos motoristas e fazer a gestão de combustível. Com mais de um bilhão de quilômetros monitorados e presente em 27 estados brasileiros, a Cobli consegue gerar uma economia de 300 reais por mês, além de ganho de produtividade na gestão.

Somos a primeira empresa da América Latina a conquistar o prêmio Harvard New Venture, da Universidade de Harvard (2016). Vencemos, por dois anos consecutivos (2015-2016), o prêmio de Inovação em telecomunicações concedido pela Telesíntese, com um júri composto por representantes do BNDES, Anatel e Governo do Estado de São Paulo.

Conheça a Cobli e saiba mais sobre como nossos nerds podem te ajudar!

www.cobli.co
euquero@cobli.co
(11) 4933-7776

_______________________________________________________

Summary
Como criar e implementar uma política de gestão de frotas?
Article Name
Como criar e implementar uma política de gestão de frotas?
Description
Nessa reunião, deve-se tratar dos indicadores da sua política de frotas e traçar planos de melhoria para quem está tendo alguma dificuldade.
Author
Publisher Name
Cobli

Leia também:


Compartilhe esse conteúdo:

3 thoughts on “Como criar e implementar uma política de gestão de frotas?

  • diego romero

    Oi pessoal
    Esse site é mesmo surpreendente, queria dar os parabéns pelo trabalho de vocês.
    Sempre é bom obter novos conhecimentos, obrigado 😉

    Responder
    • Roberta Caprile

      Olá, Diego! Que bom que você gostou. Ficamos muito felizes. Se quiser saber mais sobre este ou outros assuntos, estamos à disposição. Conte sempre com a gente!

      Responder